Você já deve ter ouvido falar no ECOFLEX, tecnologia pioneira de asfalto-borracha no Brasil e que consiste na adição do pó de borracha resultante da reciclagem de pneus descartados.

O produto, que já se consolidou no mercado nacional como uma alternativa de qualidade superior ao CAP comum, é um dos maiores  símbolos de nossa busca por novas e avançadas tecnologias asfálticas.

E como inovação e investimento em tecnologias fazem parte da essência GRECA Asfaltos, apresentamos as primeiras aplicações em toda a América Latina com um bioligante de base vegetal.

Primeira aplicação com bioligante da América Latina
Trecho experimental na BR-050. Primeira aplicação com bioligante da América Latina

 

Uma tecnologia alternativa

Desde 2001, a GRECA Asfaltos comercializa o ECOFLEX, um asfalto-borracha com tecnologia 100% nacional e que já contribuiu com a reciclagem de quase 10 milhões de pneus.

Entretanto, a completa independência da utilização de derivados de petróleo tem sido objetivo de diversas pesquisas no campo da pavimentação. As constantes variações de preço do petróleo e as preocupações com o futuro dos recursos naturais influenciam a busca por alternativas ao asfalto comum.

 

Trechos experimentais

Os primeiros trechos experimentais foram realizados em dezembro de 2016, entre os km 155 e 163 da BR-050, rodovia sob concessão da MGO Rodovias, que atua entre a cidade de Cristalina (GO) e o município de Delta (MG), na divisa com São Paulo.

Com cerca de 500m cada, os trechos experimentais serviram como base comparativa entre três produtos: o Bioligante, o CAP 30/45 e o ECOFLEX 3G, terceira geração do asfalto-borracha da GRECA. A análise dos primeiros resultados foram promissores e satisfatórios. Por isso, em novembro de 2017, um novo trecho recebeu aplicações com o bioligante.

Ambos os trechos experimentais (2016 e 2017) foram aplicados por meio de uma parceria entre a GRECA Asfaltos, COPAVEL e do Laboratório de Tecnologia de Pavimentação da USP – LTP e estão sob monitoramento e acompanhamento periódico pelas entidades.

Medição de temperatura durante a usinagem do produto

 

A importância destes trechos experimentais

A análise dos trechos ainda segue em andamento e quando novos resultados forem anunciados, publicaremos aqui no blog Fatos&Asfaltos. O foco agora é acompanhar os dados desta fase comparativa e transformá-los num produto comercialmente viável disponível para os clientes da GRECA Asfaltos.

Afinal, faz parte dos valores da GRECA Asfaltos seguir com criatividade para inovar e melhorar sempre.  Por isso, é muito importante para nós esta que é a primeira aplicação deste tipo de ligante em toda a América Latina. Assim como ocorreu com o asfalto-borracha, nosso objetivo é consolidar mais um produto que se torne referência no mercado nacional.

Da teoria à prática

Neste link você encontra a pesquisa que serviu como base teórica para a aplicação experimental.

 

 

Fique por dentro das nossas novidades!

Inscreva-se e receba por e-mail um resumo com as novas postagens.

Fique tranquilo. A inscrição é válida apenas para receber conteúdos da GRECA Asfaltos. Seus dados não serão compartilhados.

Powered by Optin Forms

Deixe seu comentário